-

Perfil:
Idalino Abelardo De Freitas


Arquivos:

Amigos (0)::


fecientifica
19/10/2011 às 15:11

Voltando ao assunto anterior, então, a nossa realidade é o cérebro e a mente, nele desenvolvida, isso é um fato científico. A questão é, a mente sobrevive a morte do cérebro, para isso ela precisa desenvolver um segundo fator coesivo, que manteria atraida e coesa, toda energia psíquica acumulada durante a nossa vida, que somos nós, nossa personalidade consciente, em torno desse segundo fator coesivo. nós seres humanos somos naturalmente egoistas, isso é a ação da força egocêntrica, que é uma força de atração da periferia para o centro, isso é um fato cientifico. mas tambem somos fraternos e solidários, amorósos e caridósos, pensamos as vezes mais no próximo do que em nós mesmo, isso é a açao da força excêntrica, que é uma força de repulsão do centro para a periferia, isso é outro fato científico. A ação dessas forças antagônicas são consequências do centro de atração que existe na nossa mente, que é o nosso Ego central, ou Eu interior, esse Eu sou Eu, age na nossa mente egoisticamente, primeiro Eu depois o não Eu, ja notou isso. Então, a nossa mente desenvolve um centro de atração, que por sua vês, desenvolve as duas forças antagônicas, e é justamente esse centro de atração e essas forças antangônicas que formam o segundo fator coesivo, que a mente precisa pra sobreviver a morte do cérebro, isso é outro fato científico. Então, a nossa mente desenvolve um segundo fator coesivo, com isso ela conquista  a imortalidade, porque esse segundo fator coesivo mantem toda energia psíquica acumulada atraida e coesa em torno desse centro, com isso a mente garante sua sobrevivência em relação a morte do cérebro, isso é outro fato científico. pense nisso, medite sobre isso.



Comentários



Comentar post:

Nome/Apelido:


Email:


Comentário:



Não foi encontrado nenhum comentário!