-

Perfil:
Idalino Abelardo De Freitas


Arquivos:

Amigos (0)::


fecientifica
03/10/2011 às 15:04

Então, como analisamos nos posts anteriores, tudo o que vemos e ouvimos, desde que nascemos são frequências elétricas ou frequências vibratórias de energia. Assim é tudo, os aromas, os paladares, todas as sensaçoes como: de prazer, de dor e todas as outras, tudo enfim, chega e parte do cérebro como frequências elétricas ou frequências vibratórias de energia. toda essa energia psíquica acumulada no cérebro, forma a mente, ou seja , somos nós, é a nossa personalidade consciente, assim é formada a nossa mente, assim somos nós, somos energia psíquica, a questão é: a mente sobrevive a morte do cérebro. Para alguns cientistas, o cérebro sendo( na opinião deles), o único fator coesivo da mente, com a morte do cérebro, a mente sem nenhum fator coesivo que mantivesse toda energia psíquica coêsa e unidas,  naturalmente, toda essa energia psíquica se espalharia e se dispersaria no ambiente por falta de uma força coesiva. Pondo fim a nossa personalidade consciente, o fim de tudo, o apagão total. Só que a mente desenvolve um segundo fator coesivo, que é o Ego central ou Eu interior, e as forças Egocêntrica e excêntrica, esse centro de atração e as forças antagônicas, formam o segundo fator coesivo da mente, que manterão unidas e coesa toda energia psíquica da mente. A mente naturalmente sobreviveria a morte do cérebro. pense nisso, medite sobre isso.



Comentários



Comentar post:

Nome/Apelido:


Email:


Comentário:



Não foi encontrado nenhum comentário!