-

Perfil:
Idalino Abelardo De Freitas


Arquivos:

Amigos (0)::


fecientifica
26/05/2011 às 20:46

Merecimento, lei eterna e imutavel de Deus, lei justa e verdadeira, porque fora do merecimento, o que existe e: privilegios, mordomias,preferencias egoistas, imerecimento ou graça imerecida, preconceitos, discriminaçoes e todos os interesses mesquinhos, enfim, toda sorte de injustiças. O ser Mental ou homem antimaterial, tem que evoluir, no sentido intelectual, sentimental e moral, Jesus nos deu o amor como regra universal de comportamento, qualquer transgreçao a regra do amor, ficamos sob a açao da lei do merecimento, que e a justiça divina. entao se o ser humano matar o seu semelhante, ele transgrediu a regra do amor e a lei que Deus deu a Moises que dizia: nao mataras. se o ser humano roubar  alguma coisa de seu semelhante, transgrediu a regra do amor, e a lei que Deus deu aMoises que dizia: nao roubaras. pela lei do merecimento ou da justiça divina, o ser humano sofre, naquilo que fez o seu semelhante sofrer, mas tambem pode se beneficiar, naquilo que beneficiar o seu semelhante, o ser humano tem a inteligencia e o livre arbitrio, para respeitar e obedecer a lei ou transgredi-la, a opçao e dele, depois nao pode reclamar das consequencias. entao, se o ser humano matou o seu semelhante numa existencia, quando  nascer de novo, numa outra existencia, correra o serio risco de tambem ser morto; se ele roubou, correra o serio risco de ser roubado, se ele estrupou, correra o serio risco de ser estrupado, se ele maltratou, correra o serio risco de ser maltratado, se ele de alguma forma prejudicar o seu semelhante, correra o serio risco de ser prejudicado naquilo que prejudicou. nada acontece por acaso, tudo tem um sentido e um porque, onde aparentemente ha uma injustiça, na realidade ali esta a açao da justiça divina, dando a cada um segundo seu merecimento, para manter a harmonia universal. a lei do merecimento, sem o nascer de novo, que Jesus ensinou, fica incompleta, com o nascer de novo  ela se completa e e justificada.



Comentários



Comentar post:

Nome/Apelido:


Email:


Comentário:



Não foi encontrado nenhum comentário!