-

Perfil:
Idalino Abelardo De Freitas


Arquivos:

Amigos (0)::


fecientifica
30/04/2011 às 16:43

Porque a denominaçao de fe cientifica? porque nao e imposta, e porque as pessoas podem analisar de forma racional e cientifica, passando pelo crivo da razao e do bom senso. tudo , absolutamente tudo, tem que passar pelo crivo da razao e do bom-senso, o que passa a pessoa aceita, o que nao passar pelo crivo da razao e do bom-senso, a pessoa simplismente joga fora no lixo. nao importa quem falou ou quem escreveu, se foi esse ou aquele profeta, se foi esse ou aquele cientista, dois mais dois( 2+2=4) tem que ser quatro, nao pode ser tres ou cinco, so porque alguem escreveu ou falou. percebeu, a diferença entre a fe imposta e cega, e a fe cientifica, e a diferença entre a agua e o vinho, nao ve quem nao quer. pela fe imposta, as religioes ensinam que temos uma alma, que ela e imortal, mas nao dizem o que e a alma, qual a sua forma, de que elemento ela e constituida e porque ela e imortal. pela fe cientifica, analisamos o cerebro, consultamos livros e revistas de neurologia, procuramos saber que o cerebro e seus neuronios, so funcionam com energia, e que tudo chega e parte do cerebro como frequencia eletrica. isso voce pode comprovar conversando com um medico neurologista; que o nosso cerebro nao se comunica diretamente com nada, so se comunica indiretamente atraves do sistema nervoso, com os orgaos e os membros, e com o exterior atraves dos cincos sentidos. tudo o que vemos, que ouvimos, que sentimos , todas as experiencias sentidas e vividas e todos os conhecimentos adquiridos, tudo absolutamente tudo, tudo chega ao cerebro como frequencia eletrica, ou frequencia vibratoria de energia; e tudo e arquivado no cerebro, ja que nos lembramos de coisas que vimos,que ouvimos e conhecimentos que adquirimos a muitos anos no passado. durante a nossa vida vamos desenvolvendo um centro de atraçao, que denominamos de Ego central, ou de Eu interior, isso voce pode comprovar conversando com um psiquiatra ou com um psicologo, e natural que esse centro de atraçao desenvolva uma força de atraçao da periferia para o centro, que denominamos de força egocentrica. ora, pela terceira lei de -N- toda açao  desenvolve uma reaçao equivalente em sentido contrario, ou seja, toda força em açao  desenvolve a reaçao de outra força  em sentido contrario. a força egocentrica  que e força de atraçao da periferia para o centro, desenvolve uma força de repulsao do centro para a periferia. entao temos agora, um centro de atraçao e um jogo de forças antagonicas no cerebro, naturalmente toda energia que acumulamos no cerebro, acumulamos em torno desse centro de atraçao, pela açao da força egocentrica, e vamos aos poucos desenvolvendo uma esfera de energia psiquica no nosso cerebro.  melhor dizendo, desenvolvemos  uma esfera mental de energia psiquica, que e a nossa mente, e que trabalha em conjunto com o cerebro. entao, esse centro de atraçao, ou Eu interior, juntamente com as forças antagonicas, formam um segundo fator coesivo e agregador, que perpetua a existencia da nossa mente, depois da morte do cerebro. ja que sem esse segundo fator coesivo, toda essa energia psiquica acumulada no nosso cerebro, que somos nos, nossa personalidade, com a morte do cerebro  se desfaria, dessipando-se no espaço, aniquilando nossa invidualidade.



Comentários



Comentar post:

Nome/Apelido:


Email:


Comentário:



Não foi encontrado nenhum comentário!